NÚCLEOS NOTÍCIAS PUBLICAÇÕES TRATAMENTOS PARAMILOIDOSE A ASSOCIAÇÃO
Condecorações
30 de Outubro, 2016
  • Personalidades Distinguidas
  • Presidente Drª Elisa Ferraz No Momento Da Homenagem
  • Vice Presidente Eng.º António Caetano, Condecorado
  • Provedor Eng.º Arlindo Maia Recebe Condecoração
  • Dr.ª Leonor Macedo, Merecida Homenagem
"22 de Outubro de 2016"
A Associação Portuguesa de Paramiloidose aproveitou a inauguração das obras na sua sede nacional nas Caxinas, Vila do Conde, para distinguir quatro personalidades Vilacondenses.
 
As condecorações designadas por "Corino Andrade-Cientista" foram entregues à Presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde, Dr.ª Elisa Ferraz, e ao Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde, Engº Arlindo Maia, por altos serviços prestados à Associação e aos doentes.
Com a Condecoração "Sempre a Servir", foram distinguidos o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde, Eng.º António Caetano, e a Técnica Superior do Serviço Social do Município, Dr.ª Leonor Macedo, por altos serviços prestados à Associação e aos doentes.
 
A Presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde, Dr.ª Elisa Ferraz, salientou que “esta condecoração é para a Autarquia, que sempre lutou e apoiou, quer a Associação Portuguesa de Paramiloidose, quer os doentes atingidos pela chamada “doença dos pezinhos”, que necessitam de transporte para os diferentes hospitais, sendo, por isso, uma causa de continuidade, já iniciada em mandatos anteriores”.
 
O Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde, Engº Arlindo Maia salienta que esta é uma forma de chamar a atenção daqueles que podiam, mas não fazem nada.
 
O presidente da Assembleia Municipal, Eng.º Mário Almeida, que presidiu á cerimonia, é um marco importantíssimo na luta contra esta doença a nível nacional, demonstrando a forte relação do executivo municipal com a Associação, tendo já sido agraciado com a condecoração "Corino Andrade-Cientista" por excecionais serviços prestados á Associação e aos seus doentes.
 
No final da cerimónia, o Presidente da Direção da Associação Portuguesa de Paramiloidose, Enfermeiro Carlos Figueiras, referiu que “estas pessoas foram distinguidas porque põem em primeiro lugar o ser cidadão e só depois o seu lugar institucional. É gente boa, que tem apoiado esta causa e dão-nos vontade de trabalhar cada vez mais”.
 
As declarações podem ser ouvidas na página: https://www.youtube.com/watch?v=pxBAO4mA96g.
O Salvador era uma criança sempre alegre...
O meu transplante hepático